Conecte-se conosco

Séries

8 curiosidades sobre Crônicas de San Francisco

Famosos em pequenos papéis, cameos do escritor Armistead Maupin e outros detalhes que talvez você não saiba

Planeta Flix

Publicado

em

Foto: Netflix/Divulgação

Crônicas de San Francisco, minissérie de 10 episódios que estreou na Netflix em junho, é uma produção nova, mas que está relacionada a outras três minisséries realizadas na década de 1990. Dessa forma, a obra criada agora por Lauren Morelli (Orange Is the New Black) para a Netflix dá continuidade a uma verdadeira saga, que começa, de fato, em 1978.

Nesse ano, o escritor Armistead Maupin passou a publicar a história em forma de capítulos no jornal San Francisco Chronicle. A coluna ficcional Tales of the City (Contos da Cidade) se manteve até 2014 e as crônicas de Maupin resultaram em nove livros. Os três primeiros foram adaptados para a TV — pelas emissoras Channel 4 e Showtime — em 1993, 1998 e 2001.

Crônicas de San Francisco: volta mais do que justificada
Os 10 melhores filmes LGBT disponíveis na Netflix
Filmes LGBT no Prime Vídeo que valem uma conferida

Confira aqui algumas curiosidade dessa saga, que foi lançada com o título original de Tales of the City (1993), seguida de More Tales of the City (1998) e Others Tales of the City (2001). A Netflix está reexibindo todas com o título de Crônicas de San Francisco para alinhar com a produção que lançou este ano.

1 ) Armistead Maupin faz cameos nas quatro minisséries. Na primeira, ele é um escritor, visto através de uma janela, trabalhando à máquina de escrever; na segunda, aparece como um padre; na terceira, é um anônimo que sai de um local de pegação, e na quarta, é um dos convidados numa festa de casamento.

2 ) Barbary Lane não existe de fato. O lugar que serviu de inspiração para o autor Armistead Maupin e de locação para todas as minisséries chama-se Macondray Lane. E a icônica escadaria que leva à casa de Anna Madrigal é uma entre as muitas escadarias públicas que existem no lado leste do bairro de Russian Hill, na cidade de San Francisco.

3 ) Em 1998, Olympia Dukakis foi indicada ao Emmy de melhor atriz em minissérie ou filme para TV, por sua atuação como a transexual Anna Madrigal. Perdeu para Ellen Barkin, pelo filme Se as Mulheres Tivessem Asas.

4 )  O veterano Rod Steiger (de clássicos como Dr. Jivago, Sindicato de Ladrões e O Mais Longo dos Dias) faz uma ponta na minissérie de 1993, no papel de dono da livraria que foi um dia de Anna Madrigal (Olympia Dukakis)

5 ) O ator Paul Gross, que interpretou Brian na Crônicas de San Francisco de 1993, só retomou o papel agora na produção da Netflix. Nas minisséries de 1998 e 2001, o personagem foi interpretado por Whip Hubley (2001).

6 ) Amanda Fuller, conhecida pelo papel de Badison Murphy em Orange is The New Black, aparece menininha na Crônicas de San Francisco de 1993. Ela é a pequena Lex, que o estranho Norman (Stanley DeSantis) leva nos passeios com Anne (Laura Linney).

7 ) Antes de a personagem Mary Ann ser entregue a Laura Linney, foram cogitadas para o papel as atrizes Heather Graham, Ashley Judd, Cynthia Nixon e Maria Portillo.

8 ) Murray Bartlett, o ator que interpreta o Michael ‘Mouse’ Tolliver maduro na mais nova Crônicas de San Francisco integra também o elenco de outra série de temática LGBT, ambientada em San Francisco, Looking. que teve apenas duas temporadas, exibidas pelo HBO.

 

Séries

5 séries que são uma declaração de amor aos professores

Séries de quatro diferentes países mostram o cotidiano desses profissionais que são também verdadeiros heróis

Planeta Flix

Publicado

em

Foto: Netflix/Divulgação

É Dia do Professor e não dá para passar em branco. Esses profissionais carregam sobre os ombros uma responsabilidade tremenda. Mais que uma profissão, é um sacerdócio. Seja no Brasil, na Dinamarca, na Espanha, nos Estados Unidos. E essas cinco séries mostram muito bem isso, ora com senso de humor, ora em compasso de drama, mas sempre de uma perspectiva fiel à realidade.

Ciências e Afins com desconto: Algumas respostas para grandes questõesBiologia Avançada
Jack Griffin (Glen Howerton) é um desacreditado professor de filosofia de Harvard, que acaba perdendo o emprego na conceituada universidade e é obrigado a voltar para Toledo, Ohio. Lá, passa a trabalhar como professor de biologia em uma escola de ensino médio. Duas temporadas no Prime Vídeo.

Professor Iglesias
Gabe Iglesias (Gabriel Iglesias) é um professor de ensino médio gorducho, engraçado e super gente boa, que faz dá tudo de si para ensinar e defender seus alunos talentosos, porém, desajustados e desinteressados. Essa sitcom americana é uma boa surpresa escondida no catálogo da Netflix. Uma temporada na Netflix.

Merlí
Sensacional essa série catalã que conta o cotidiano profissional e pessoal de Merlí Bergeron (Francesc Orella), um professor de filosofia do ensino médio que ensina a matéria de maneira original, despertando admiração e às vezes a revolta de sua turma de alunos, entre os quais está o próprio filho, um garoto inseguro quanto à própria sexualidade. Três temporadas na Netflix.

americanas.com.brRita
Podemos dizer que Rita (Mille Dinesen) é o equivalente feminino de Merlí. Só que ela dá aulas a crianças do ensino básico numa escola pública dinamarquesa. Impulsiva e rebelde, por vezes ela quebra regras e mete os pés pelas mãos no esforço de defender o que considera certo. O mesmo comportamento que aplica na criação de seus três filhos. Quatro temporadas na Netflix.

Segunda Chamada
Débora Bloch, Thalita Carauta, Paulo Gorgulho, Hermila Guedes e Silvio Guindane estão no elenco da série que estreou recentemente na Globo e pode ser vista na Globoplay. Eles interpretam professores trabalham em um projeto de educação de adultos no ensino noturno, em uma escola de subúrbio chamada Carolina Maria de Jesus. Dois episódios na Globoplay.

Continue lendo

Séries

Whiskey Cavalier: mix de ação e bom humor na Globoplay

Agente do FBI durão (mas também romântico) vive aventuras em diferentes cidades do mundo

Planeta Flix

Publicado

em

Whiskey Cavalier, que estreou recentemente na Globoplay, é uma série no mínimo simpática, digamos.  Scott Foley (de Scandal) estrela esta produção, que reúne vários clichês dos filmes e séries de ação, mas também tem sua cota de originalidade. A começar pelo perfil do personagem-título, um agente do FBI durão, mas, ao mesmo tempo, capaz de se derreter ao ver um casal apaixonado.

Na primeira cena, aliás, ele aparece chorando baldes e ouvindo a toda altura Total Eclipse of the Heart, da Bonnie Tyler, porque levou um fora da namorada. Ouvindo e cantando junto. É engraçado, e o senso de humor divide a cena com as sequências de ação que acontecem o tempo todo.

Whiskey Cavalier é uma espécie de 007 a serviço do FBI, resolvendo casos difíceis em diferentes cidades charmosas do planeta. Tem que lidar com mulheres tão bonitas quanto duronas (ou malvadas), como as bond girls, mas é romântico.

E mal se recuperou da dor de cotovelo, já aparece uma provável candidata a nova namorada, a agente da CIA Frankie Trowbridge (Lauren Cohan), com quem ele passa a trabalhar junto. A mistura de ação, humor e romance dá uma boa liga e garante a diversão.

Continue lendo

Séries

7 séries que fazem valer a assinatura do Amazon Prime

Goliath (foto) e outras seis ótimas produções originais que até nos fazem perdoar os defeitos do serviço da Amazon

Planeta Flix

Publicado

em

Foto: Prime Vídeo/Divulgação

Netflix ou Prime Vídeo? Eis uma dúvida sem sentido. Não é o caso de ter um ou outro, mas de ter os dois. Afinal, com produções originais de altíssima qualidade e mensalidade de R$ 9,90, o serviço de streaming da Amazon não dá para ser ignorado. Vantagens como essas nos fazem até perdoar os muitos defeitos da plataforma, como a funcionalidade meio tosca e alguns filmes disponíveis somente dublados em português.

Motorola: familia MotoG7 a partir de R$ 680 à vista + película de vidro. Aproveite a oferta, válida até 30/9/2019

Vale lembrar que, recentemente, a Amazon lançou o pacote Amazon Prime, baixando o preço (antes era R$ 14,90) e dando alguns adicionais: além do acesso irrestrito ao Prime Vídeo, o combo inclui acesso parcial ao Amazon Music e ao Kindle e a isenção de frete nas compras do site Amazon.com.br. Portanto, só não assina quem não quer. E estas cinco séries produzidas pelo Amazon Studios e disponíveis no Prime são a cereja do bolo:

Transparent
Com uma pegada de filme independente americano, Transparent é sobre o que acontece a uma família de Los Angeles depois que o pai, já sessentão, resolve assumir sua vontade de se vestir de mulher. Engraçada e amarga ao mesmo tempo. Tem quatro temporadas e um especial que encerra a série em ritmo de musical.

Fleabag
Tão desconcertante quanto Transparent é esta série escrita e protagonizada por Phoebe Waller-Bridge. Ela interpreta uma mulher na casa dos 30 anos que não se encaixa nos padrões e, por isso, vive em conflito com a família e consigo mesma. O primeiro episódio da segunda temporada é sensacional, todo passado basicamente numa mesa de restaurante. Fleabag levou três Emmys este ano: roteiro, direção e atriz. Só duas temporadas.

Americanas: ganhe 10% de desconto em todo o site utilizando o código BLACK10.  Válido para pedidos vendidos e entregues por americanas.com. Até 30/9/2019

Marvelous Mrs. Maisel
Além da charmosa ambientação na Nova York dos anos 1950, Mrs. Maisel tem diálogos simplesmente geniais, além do carisma e do talento de Rachel Brosnahan, que torna apaixonante a personagem: uma dona de casa americana que vê sua vida virar um caos quando é abandonada pelo marido e descobre seu talento para a stand-up comedy. Duas temporadas disponíveis.

O Homem do Castelo Alto
É bem sombria e carregada de suspense essa adaptação de livro de Phillip K. Dick, que se passa nos Estados Unidos pós-Segunda Guerra Mundial. O detalhe é que, no caso, os alemães venceram a guerra e dividiram o país com os japoneses. Um grupo de pessoas, porém, formam uma resistência contra o regime. Para complicar, a trama envolve viagens entre universos paralelos. Muito louco! Tem quatro temporadas.

Jack Ryan de Tom Clancy
O personagem criado pelo escritor Tom Clancy, que já foi vivido por Chris Pine no cinema, é interpretado por John Krasinski nesta ótima série de ação. Jack Ryan é um agente da CIA que de repente sai do serviço burocrático para o campo de ação, a fim de conter a ação de terroristas. Tem uma temporada no ar, uma segunda a estrear em 1º de novembro e uma terceira já anunciada.

Goliath
Billy Bob Thornton faz o típico herói problemático e decadente, Billy McBride, advogado poderoso que acaba sendo afastado do grande escritório de advocacia do qual é um dos donos. Beberrão inveterado, ele volta aos tribunais quando é chamado para conduzir um processo justamente contra a firma que ajudou a criar, numa disputa que remete à luta entre Davi e Golias. Duas temporadas disponíveis e a terceira já anunciada.

Na Saraiva: compre 3 ou mais livros e ganhe 25% de desconto. Confira! Oferta por tempo indeterminado

Carnival Row
Fadas, faunos, trolls e lobisomens povoam esta série de fantasia ambientada num lugar imaginário e em tempo impreciso. Mas, apesar do clima onírico, Carnival Row reproduz relações muito reais em sua trama, remetendo a temas como o êxodo causado pela guerra e a xenofobia. Orlando Bloom e Cara Delevingne protagonizam a série, que tem uma temporada disponível.

Continue lendo

Mais lidas

Copyright © 2018 PlanetaFlix - Um mundo inteiro para você curtir a partir do seu sofá. contato@planetaflix.com.br

error: Conteúdo protegido!