Conecte-se conosco

Filmes

Fala Comigo, um ótimo nacional, no Now e na Netflix

Longa de Felipe Sholl foge do previsível ao narrar romance entre mulher madura e adolescente

Planeta Flix

Publicado

em

Foto: Divulgação

Vencedor do Teddy no Festival de Berlim com o curta  (o prêmio é dado a filmes de temática LGBT), o brasileiro Felipe Sholl estreou na direção de longa-metragem com uma obra igualmente instigante. Disponível na Netflix e no Now, Fala Comigo narra o relacionamento entre uma mulher madura e um jovem mal saído da adolescência.

Oakley BRDiogo (Tom Karabachian) rouba a agenda da mãe psicóloga e liga para as pacientes dela, sem falar nada. Quer apenas ouvi-las e se masturbar. Uma delas, Angela (Karine Telles, a patroa de Que Horas Ela Volta?), descobre o hábito do rapaz e acaba se aproximando dele.

A relação vai fazer com que Angela esqueça as amarguras de um casamento recém-desfeito e Diogo, que só conhecia o prazer das masturbações telefônicas, descubra o sexo pleno.

Mas outros personagens entram nessa história, como Clarice (Denise Fraga) e Marcos (Emílio de Melo), os pais do garoto, e Guilherme (Daniel Rangel), um amigo de escola de Diogo, que, sem saber, é apaixonado por ele.

Desde o princípio, Fala Comigo desvia do previsível e monta uma trama completa, em que sobressai a capacidade do diretor e também roteirista de construrir personagens pforundamente humanos e livres d eestereóptipos.

Da forma como a trama é conduzida, fica difícil ao espectador tomar partidos ou fazer julgamentos morais. Temas como sexo, família e regras de conduta social ganham nova perspectiva na abordagem de Felipe Sholl. Não por acaso, Fala Comigo foi premiado como melhor longa no Festival do Rio.

Filmes

Michael Haneke ganha retrospectiva no Mubi

Plataforma exibe oito filmes do diretor austríaco, incluindo Violência Gratuita (foto) e A Fita Branca

Planeta Flix

Publicado

em

Foto: Divulgação

O Mubi programou para este mês uma mostra de filmes do diretor austríaco Michael Haneke, incluindo sua obra de estreia O Sétimo Continente (1989), que narra a história real de uma família austríaca de classe média que cometeu suicídio. Quem tiver interesse, bom correr porque esse só fica disponível por mais cinco dias.

A seleção Foco em Michael Haneke reúne, além de O Sétimo ContinenteO Vídeo de Benny (1992), 71 Fragmentos de uma Cronologia do Acaso (1994), O Castelo (1997), Violência Gratuita (1997) — obra o perturbadora, que o tornou mais conhecido pelas banda de cá –, O Tempo do Lobo (2003), Caché (2005) e A Fita Branca (2009).

Continue lendo

Filmes

O Declínio do Império Americano está no Prime Vídeo

Clássico do cinema canadense, filme de Dennys Arcand teve continuação em As Invasões Bárbaras

Planeta Flix

Publicado

em

O Declínio do Império Americano, de Dennys Arcand, entrou no catálogo do Prime Vídeo. Um fato a ser comemorado por quem gosta de rever grandes obras no streaming. Lançado em 1986, O Declínio… faz uma profunda reflexão sobre a época a partir das conversas de um grupo de amigos sobre seus desejos íntimos, intelectualidade, moral, liberdade sexual, entre outros assuntos.

Outlet até 70% OFF ! Aproveitem

Dennys Arcand, que depois dirigiu filmes igualmente interessantes, como Amor e Restos Humanos (1993) e Jésus de Montréal (1989 ), retomou os personagens de O Declínio do Império Americano em 2003, no filme As Invasões Bárbaras, que se tornou um retrato de uma época tão instigante quanto o filme que o inspirou.

 

Continue lendo

Filmes

Raridade no Prime: Os Moedeiros Falsos, de Benoît Jacquot

Feito para a TV em 2010, filme é uma bela adaptação do livro homônimo, clássico do escritor André Gide

Planeta Flix

Publicado

em

Foto: Divulgação

No catálogo do Prime Vídeo, uma raridade do cinema francês: Os Moedeiros Falsos, de Benoît Jacquot. Trata-se de uma produção para TV realizada em 2010 pelo diretor veterano — de filmes como O Diário de Uma Camareira (2015) e Adeus, Minha Rainha (2012). Torna ainda mais especial o fato de ser uma adaptação do livro clássico de André Gide (1869-1951), lançado em 1925.

Livro é na Saraiva! Todos os livros com +15% de desconto nas compras à vista a partir de R$69,90, Confira! Até 22/9

A ação se passa na Paris dos anos 1920. Numa sinopse bem superficial, é a história do adolescente Bernard (Jules-Angelo Bigarnet) descobre que é fruto de um caso extraconjugal da sua mãe e deixa a família para morar com o amigo Olivier (Maxime Berger). A nova vida o fará descobrir novos afetos, a depressão e a homossexualidade, ao mesmo tempo em que ajuda o tio Edouard (Melvil Poupaud).

Os Moedeiros Falsos, o livro,  tem um enredo emaranhado, sobrepondo a vida real e o processo de criação de um romance, o que desafiaria qualquer cineasta.  Mas Jacquot se sai bem e fez um filme que a crítica do jornal francês Le Figaro, classificou como “bonito, singular e sério”. O que de fato é. Foi feito para a TV, mas cairia muito bem na tela grande.

Continue lendo

Mais lidas

Copyright © 2018 PlanetaFlix - Um mundo inteiro para você curtir a partir do seu sofá. contato@planetaflix.com.br

error: Conteúdo protegido!